segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Resenha [imaginária] para um livro [imaginário] intitulado [imaginariamente]: "O cérebro-espírito na educação"

Idalina Krause
Filósofa Clínica
Porto Alegre/RS

Vazios Espirituais é o título do novo livro da filósofa e pesquisadora Maria Campos, que saiu recentemente pela Editora NADA. Nesta obra a autora faz uma análise crítica sobre: “mortes existenciais” originadas pelo massivo uso de drogas como Ritalina, impostas aos jovens identificados como portadores de déficit de atenção e hiperatividade.

O texto inovador, escrito em forma de metáforas, apresenta um assunto polêmico e faz um alerta a pais, professores e alunos sobre o uso indiscriminado dessas substâncias. Salienta que: “A ‘mansidão’ de um aluno considerado com déficit de atenção, não quer dizer necessariamente que não tenha um poder incrível de pensamento. E que o ‘agitado’ hiperativo não seja inventivo, criativo à sua maneira, mesmo que não suporte mais copiar lições e ficar obrigatoriamente sentado”.

Cada caso deve ser considerado para não incorrermos no erro de ceifar vidas, causar sofrimento em nome de uma “verdade” e um “bem” que se supõe estar fazendo em nome da “saúde”.

Podemos estar criando uma legião vestida de camisas de força, bonsais humanos, bonitinhos, decorativos, mansinhos, vasos de informações, receitas prontas, o eterno amém do pensar decepado.

Respeitar a pluralidade e diferenças de comportamentos é um desafio dos novos tempos, o rebanho da Ritalina de hoje pode gerar o ressentido de amanhã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário