quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Cineclube AudiovisUAI*

PROGRAMAÇÃO DE NOVEMBRO/2010

Entrada Franca

DOMINGO, dia 14 de novembro de 2010
Local: Rotary Club (Rua Estados Unidos, nº 80, bairro Nações Unidas, São Tiago-MG)

SESSÃO CURTAS personalidades artísticas – às 17 horas

Walter Franco, muito tudo
2000, SP, documentário, 25 min. Direção: Bel Bechara e Sandro Serpa. Documentário sobre a vida do poeta e compositor Walter Franco. (Classificação 14 anos)

Mutantes
1970, SP, experimental, 7 min. Direção: Antônio Carlos da Fontura. Uma brincadeira mutante improvisada por Arnaldo Baptista, Sergio Dias e Rita Lee – Os Mutantes -, num dia único pelas ruas de São Paulo. (Classificação 14 anos)

Leila para sempre Diniz
1976, RJ, documentário, 9 min. Direção: Mariza Leão e Sérgio Rezende. O documentário revela flagrantes da intimidade de Leila Diniz. A atriz, que teve sua carreira tragicamente interrompida por um desastre de avião, exerceu grande influência nas gerações dos anos 1960 e 1970, por sua espontaneidade, irreverência e inquietação criativa. (Classificação 14 anos)

Eh Pagu, eh!
1982, SP, documentário, 15 min. Direção: Ivo Branco. O filme acompanha a trajetória da vida e obra de Patrícia Galvão, a Pagu. Mulher do escritor Oswald de Andrade, participa com ele do Movimento Antropofágico, milita no Partido Comunista e mantém uma vida de ativismo até sua morte em Santos, em 1962, já afastada da política e ligada à cena teatral. (Classificação 14 anos)

DOMINGO, dia 21 de novembro de 2010
Local: Rotary Club

SEMANA DA COSNCIÊNCIA NEGRA - Apresentação da Folia de Reis "Magos do Oriente". Saída do forno às 15h30min

SESSÃO ADULTO semana da consciência negra – às 17 horas

Terra Deu, Terra Come
2010, Brasil, documentário, 88 min. Direção: Rodrigo Siqueira. Pedro de Almeida, garimpeiro de 81 anos de idade, comanda como mestre de cerimônias o velório, o cortejo fúnebre e o enterro de João Batista, que morreu com 120 anos. O ritual sucede-se no quilombo Quartel do Indaiá, distrito de Diamantina, Minas Gerais. Com uma canequinha esmaltada, ele joga as últimas gotas de cachaça sobre o cadáver já assentado na cova: “O que você queria taí! Nós não bebeu ela não, a sua taí. Vai e não volta pra me atentar por causa disso não. Faz sua viagem em paz”. A atuação de Pedro e seus familiares frente à câmera nos provoca pela sua dramaturgia espontânea, uma auto-mise-en-scène instigante. No filme, não se sabe o que é fato e o que é representação, o que é verdade e o que é um conto, documentário ou ficção, o que é cinema e o que é vida, o que é africano e o que é mineiro, brasileiro.

DOMINGO, dia 28 de novembro de 2010
Local: Rotary Club

SESSÃO CURTAS vidas no subúrbio – às 17 horas

APRESENTAÇÃO DO GRUPO HIP HOP DE SÃO TIAGO.

Logo após:

Pretinho Babylon
2007, RJ, ficção, 17 min. Direção: Cavi Borges e Emílio Domingos. Um rastafári vivendo na grande Babylon. (Classificação 14 anos)

Viver a vida
1991, SP, ficção, 12 min. Direção: Tatá Amaral. Clemson é um Office-boy esperto, acostumado a “economizar” o dinheiro que recebe para fazer suas tarefas mais rapidamente de taxi. Com esses “extras”, pode ir à danceteria, jogar fliperama, comprar tênis. O curta conta o cotidiano desse “boy”, repleto de filas, esperas, trambiques, música e gente. (Classificação 12 anos)

Divina previdência
1983, SP, ficção, 9 min. Direção: Sergio Bianchi. Atribulações na vida de um mendigo ferido, às voltas com funcionários públicos, documentos e prontuários da previdência social. (Classificação 18 anos)

Imensidade
2003, SP, ficção/experimental, 15 min. Direção: Amilcar M. Claro. O curta tem como fio condutor “O navio negreiro”, poema épico abolicionista de Castro Alves. A exemplo de outras obras do período romântico, o poema foi concebido para ser lido em praça pública. Idalina, único personagem ficcional do filme, o faz agora pelas ruas da cidade. (Classificação 16 anos)

Curso de História do Cinema e Linguagem Cinematográfica

Dias 2, 3, 4 e 5 de dezembro no Cineclube AudiovisUAI
Maiores informações através do e-mail cineclubeaudiovisuai@gmail.com

*Projeto Coordenado pela Filósofa Clínica Mariana Fernandes. Uma parceria entre a Secretaria Nacional da Cultura e Prefeitura Municipal de São Tiago/MG.

Nenhum comentário:

Postar um comentário