sexta-feira, 18 de março de 2011

Estando em meio a criação de uma obra

Rosângela Rossi
Psicoterapeuta e Filósofa Clínica
Juiz de Fora/MG


Isso mesmo.
Em meio as palavras , lá vou, caminhando
Mergulhada até a alma...
Sentindo, chorando e rindo
Escrevendo, criando e fluindo
Pura alma, coração aberto as acontecências
Que o texto traz de surpresa.
Nem mais sei, quem são os personagens ou eu.
Sou todos no exercício da criação
Como diz o poeta Walt:
"sou vasto, contenho multidões".
E multidões de mim, meus vários eus
Vão construíndo a obra e me construindo.
Não sou mais a de antes destas 400 páginas
Que se prepara para o parto na revelação desvelada.
Entregar- me é um também um exercício de coragem
Basta ler o título da obra
Que vem arrepios dos quatro cantos da terra
Na transgressão a tradição.
Fica a curiosidade...
A ansiedade do guardar a hora certa
Faz pulsar os muitos em mim.
Louca ou artista. Não sei definir.
Mas, que tem sido incrível
Não posso negar nesta confissão,
Que sai no intervalo da correção,
No tempo da transpiração.
Quem quiser, que me aguarde,
Pois ela chega, como voo de uma ave
Libertando das minhas entranhas
Aquele que realmente em muito me habitou.
Eis a surpresa.... Vai dar o que falar!
Basta saber esperar

Nenhum comentário:

Postar um comentário