quarta-feira, 2 de março de 2011

Nas entrelinhas

Rosângela Rossi
Psicoterapeuta e Filósofa Clínica
Juiz de Fora/MG


Um suspiro, nas entre linhas do meu texto.
Olhar vagando a espera da nova idéia.
Entre o consciente e inconsciente,
Eu e minha obra.
Em suspenso o delírio alucinado do porvir.
Talvez um café ou Coca Cola para me despertar.
Segundos a olhar a tecla do laptop.
Tempo fugit no carp diem.
Nem para frente,nem para atrás.
Intervalo da alma a conspirar.
Nem o coração bate igual.
É o mistério querendo se revelar,
Ou desvelar nas tramas invisíveis do meu cordel.
Ponto ou vírgula. Espaço que pode ser um nada.
Relógio parado, luz desligada.
Nas entre linhas um universo pulsante a esperar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário