segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Mergulho ao vento*


Agora o silencio
Voz engolida
Na noite interna
Beijos intensos
Gozo da alma
No olhar intenso
Vou sem ir
Fico sem ficar
Desfaço nós
Quebro o invisível
Para que? Para quem?
Recortes de muitos eus
Vastidão indizível
Rasgo o tempo
Voo ao mar
Mergulho ao vento
Tomada pelos deuses
Devoro
Silencio sem medo
Beijo os beijos
De tanto amar

*Rosângela Rossi
Psicoterapeuta, Filósofa Clínica, Escritora, Poetisa
Juiz de Fora/MG

Nenhum comentário:

Postar um comentário