terça-feira, 2 de dezembro de 2014

63 anos*


nasci velha
a cada ano
fui me tornado menina
sapeca, levada, rebelde
para quem não poderia nascer
cada dia é um milagre
eterna aprendiz
vou tecendo, pintando, poetizando, brincando,
celebrando
angustiadamente feliz
duvidando, questionando,
amando
encontrando gente
compartilhando afetos
administrando sentimentos
a razão sensível vivenciando
agradecida sempre
aberta a experiência
estou!
redonda, rolo os fios dos brancos cabelos
risco as rugas dos risos e dores
sou!
muitas e muitos
com pés nos chão e
flecha nas mãos
também não sou!

*Rosângela Rossi
Psicoterapeuta, Filósofa Clínica, Escritora, Poetisa
Juiz de Fora/MG

Nenhum comentário:

Postar um comentário