quarta-feira, 11 de março de 2015

Fragmentos poéticos, filosóficos, delirantes*

                        

“Uma intuição não se prova, se vivencia”

“O tempo é uma realidade encerrada no instante e suspensa entre dois nadas”

“(...) ela leva em conta não apenas os fatos, mas também, e sobretudo, as ilusões – o que, psicologicamente falando, é de uma importância decisiva, porque a vida do espírito é ilusão antes de ser pensamento”

“Para as concepções estatísticas do tempo, o intervalo entre dois instantes é apenas um intervalo de probabilidade; quanto mais seu nada se alonga, maior é a chance de que um instante venha termina-lo”

“Como realidade, só existe uma: o instante. Duração, hábito e progresso são apenas agrupamentos de instantes, são os mais simples dos fenômenos do tempo”

“Ensina-nos a ver e a escutar o Universo como se só agora tivéssemos dele a sã e súbita revelação. Reconduz a nossos olhares a graça de uma Natureza que desperta. Devolve-nos as horas encantadoras da manhã primitiva banhada de criações novas”

*Gaston Bachelard 

Nenhum comentário:

Postar um comentário