quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Papéis Existenciais*


Perguntaram-me:- Você é assim mesmo? Ri e respondi:
- Sou em processo! Imperfeita! Mulher, mãe... Amante dos livros, do cuidar da casa, do Ser Terapeuta, dos múltiplos lugares do mundo, da quietude da noite, do aconchego amigo.

Cada dia um milagre, por isto sou gratidão.

Faxineira, cozinheira, costureira, escritora... Múltipla na vastidão de ser eu mesma, singular. Angustiadamente feliz. Triste com o caos do mundo. Feliz em ser como sou, parte deste universo infinito.

- O que me falta? - Ainda desapegar de muitas coisas! "Difícil é ser simples!" Vou Zen...do! E basta!

*Dra. Rosângela Rossi
Psicoterapeuta. Filósofa Clínica. Escritora.
Juiz de Fora/MG

Nenhum comentário:

Postar um comentário