sábado, 16 de janeiro de 2016

Fragmentos filosóficos, científicos, delirantes*



"(...) Sou uma microcirurgiã da mente. Médica, psiquiatra e psicanalista por formação, uso palavras e símbolos para explorar e modificar o panorama neural das mentes e cérebros de meus pacientes, da mesma maneira como o cirurgião maneja o bisturi para expor e extirpar estruturas comprometidas do corpo." 

"(...) a chamada "cura pela palavra", originalmente criada por Freud, altera literalmente a conexão dos neurônios cerebrais entre si."

"Trabalhando com Alice em psicoterapia, tenho de visualizar o mapa em ziguezague de sua mente e explorar sua 'ilha da Terra do Nunca' na sua companhia."

"Venho argumentando que a psicoterapia compreende a exploração e a transformação das conexões existentes entre os neurônios interligados do córtex superior que compõem nossas mentes."

"(...) o cérebro humano, possui mecanismos biológicos que torna possível alterar as conexões entre os neurônios. Mostrarei por que acredito que a psicoterapia, literalmente, modifica a estrutura do cérebro e, assim fazendo, altera o modo de interligação dos sentimentos e ideias na mente."

"Não posso pressupor que minhas ideias sejam prova definitiva de algo sobre Ted, embora muitos terapeutas caiam nessa armadilha; minhas associações são minhas próprias pistas pessoais, guardando talvez uma relação tanto com minhas experiências e personalidade quanto com as de Ted. Somente as associações dele constituem dados legítimos que podem me ajudar a definir o que contêm suas redes."

"É surpreendente como, quando meus pacientes e eu estamos em sintonia, nossas redes neurais parecem fazer contato num nível que não posso descrever com palavras."

"O fato de que formamos protótipos do modo como nos relacionamos traz uma série de implicações práticas."

"A psicoterapia bem-sucedida estimula a capacidade de auto-análise, reinvestimento direto que lhe permite concluir a terapia e mesmo assim continuar a progredir, a aplicar o auto-entendimento adquirido através do trabalho com seu terapeuta em novas situações de vida que forem surgindo."

"São muitos os padrões de funcionamento individual, o que me permite desenvolver-me como terapeuta, ampliando a experiência e a prática."

*Susan C. Vaughan in "A cura pela fala - a ciência por trás da psicoterapia" Ed. Objetiva. RJ. 1998

Nenhum comentário:

Postar um comentário