sábado, 5 de março de 2016

Ser Poema, Ser Poeta*


Ser poeta. O que é?
Ser poeta é um estado de espírito,
Algo que chega e te arrebata.
Não vem lugar nenhum,
Não vai pra lugar algum.
Ou melhor: vai pra dentro de você.
Ser Poeta é ser Poema.
É viver o poema em sua arrebatadora inspiração
De modo que você não distingue se é você quem faz o poema
Ou se é o poema quem o faz.
O Ser do Poeta é o Ser o Poema ou vice-versa.
É uma relação simbiótica essa relação do poema com o poeta.
É uma relação que não depende nem de um,
Nem do outro,
Mas que não existe sem os dois.
É algo que vem, em qualquer lugar, a qualquer hora,
Sem avisar, mas te leva pra dentro de si.
Sai de você e vai parar em algum outro lugar.
Não te pertence.
O Poema não é do Poeta e o Poeta não é do Poema.
Nesse estado de comunhão com a inspiração,
O Poeta entra em uma espécie de transe,
Deixa fluir por sobre suas veias
O sangue novo do Poema que vai surgindo
Conforme as palavras vão se amontoando
E se tornando frases e dando vida
Ao Poema.
Criador e criatura são um e mesma coisa.
É o devir da inspiração carregado de poder
Em um movimento de endoidecer gente sã.
Poeta e Poema: relação ligada pela conjunção "e",
Ligada pela solidariedade de um com o outro,
Vida.

*Vinicius Fontes
Filósofo. Mestrando em Filosofia. Filósofo Clínico.
Rio de Janeiro/RJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário