sábado, 12 de novembro de 2016

Poéticas assimétricas*


São sem métricas
Minhas poéticas
Assim analfabéticas
Tristes ou alegres
Sem ordem alfabéticas
Construções hipotéticas
Assim peripatéticas
Alegres ou tristes
Criações céticas
De uma fé herética
Em busca de alguma estética....
Eu não sei...!!!!

*José Mayer
Filósofo. Livreiro. Poeta. Estudante na Casa da Filosofia Clínica
Porto Alegre/RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário