domingo, 11 de dezembro de 2016

O amor e a poesia*


- Oi, quem bate?
- É uma poesia!!
Insiste a poesia
Em bater levemente
Assim, de forma tímida
À portinha dum paraíso
Coração feito abrigo
Para que ele se abra
Abracadabra!!!
Desfaz o feitiço
Pela doçura
De alguma poesia
Não existe
Poesia em si
Existe , sim,
poesia em mim
Existe , sim,
Poesia em ti.
Poderia ainda o amor
Ser o contato
Entre duas poesias?
Até a queda livre
pode ser livre...

*José Mayer
Filósofo. Livreiro. Poeta. Estudante na Casa da Filosofia Clínica
Porto Alegre/RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário