terça-feira, 25 de abril de 2017

O amor e a saudade*



Conduza-me pela mão
Por um campo de centeio
Para saciar a fome
De todas as belezas.
Me enxague as mãos
Neste cristalino córrego
De qualquer sentimento
Que possa machucar.
Escrever sobre a vida
É amar duas vezes,
Várias vezes.
Outras tantas vezes
É chamar a saudade
Para bem junto de si.

*José Mayer
Filósofo. Poeta. Livreiro. Estudante na Casa da Filosofia Clínica
Porto Alegre/RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário